15 de fevereiro de 2013

Quaresma: Tempo de Conversão



Iniciamos na Quarta-Feira de Cinzas, dia 13 de Fevereiro, o tempo quaresmal. O "Dia das Cinzas" é uma data de significado muito especial para a comunidade cristã. A data é um símbolo da conversão e mudança de vida, para recordar a passageira fragilidade da vida humana, sujeita à morte. Coincide com o dia seguinte à terça-feira de Carnaval e é o primeiro dos 40 dias entre essa terça-feira e a sexta-feira (Santa) anterior ao domingo de Páscoa. De acordo com a tradição, o celebrante desta cerimônia utiliza essas cinzas úmidas com água benta para sinalizar uma cruz na fronte de cada fiel, proferindo a frase “Lembra-te que és pó e que ao pó voltarás” ou a frase “Convertei-vos e crede no Evangelho”. O sinal da cruz feito com cinzas na testa simboliza o pecado e a fragilidade humana, representando sinal de penitência e conversão. Da missa de cinzas às solenidades pascais, serão 40 dias em que a Igreja não cantará músicas de glória e os tecidos usados são todas na cor roxa, que significa luto e penitência.

Devemos entender, que a quaresma é um tempo favorável onde somos convidados a fazer, com Jesus, o caminho da conversão pessoal, comunitária e social. É um tempo que se sustenta na oração, no jejum e na caridade. O início do tempo quaresmal marcado pela imposição de cinzas sobre a cabeça , lembrando nossa condição humana ‘somos pó e ao pó voltaremos’, representa para nós um tempo de penitência, um tempo de mudança de vida, de rezar mais, de buscar mais a Deus.  O Jejum, comum nestes dias, deve ir além da privação do que se gosta. É a oportunidade para as pessoas repensarem os excessos que cometem no dia a dia. É abrir mão do que se gosta para reencontrar o equilíbrio emocional e físico.

Para nos ajudar neste caminho nos foi proposto, pela Campanha da Fraternidade, acolher a juventude, ouvir suas propostas, caminhar com ela e juntos encontrarmos caminhos para integrar nossa juventude. Somos convidados, também, a refletirmos as propostas que o ano da fé nos propõe para vivermos uma autêntica e renovada conversão ao Senhor. Como nos afirma a Carta de Tiago: “...a fé, se não tiver obras, está completamente morta. (...) Mostra-me a tua fé sem as obras, e eu te mostrarei a fé pelas minhas obras” (Tiago 2, 17. 18b).

O Senhor nos chama, esperamos que nossa resposta seja: “Eis-me aqui, envia-me!” (Is 6,8).

Confira algumas fotos da Celebração de Cinzas realizada em nossa paróquia:











CONFIRA A GALERIA COMPLETA AQUI.

0 comentários:

Postar um comentário

Comente! Dê vida a esse blog!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente com o FACEBOOK