Jubileu de 40 anos

Estamos no ano de nosso Jubileu de Rubi. Aguarde por novidades!

A nossa paróquia na Internet!

A PASCOM e as outras Pastorais e movimentos apresentam os objetivos de nosso blog.

Grande Semana Missionária

Relembre como foi a Semana Missionária em nossas comunidades.

Vamos evangelizar!

Saiba como você pode colaborar conosco.

Agenda do mês

Acesse a programação das missas nas capelas e os eventos do mês

Santas Missões Populares

Leia o que já foi publicado sobre o assunto.

Conheça nossa paróquia

Saiba mais sobre a história de nossa igreja nesses 40 anos.

12 de abril de 2019

Paróquia Nossa Senhora do Rosário celebra 45 anos de fundação


A paróquia de Nossa Senhora do Rosário, em Rosário do Ivaí, foi oficialmente fundada em 15 de abril de 1974 e é composta por 19 Comunidades. No entanto, sua história remonta a 1925, em Boa Vista da Santa Cruz.


No próximo dia 15 de abril, a paróquia Nossa Senhora do Rosário, em Rosário do Ivaí, comemora seus 45 anos de fundação.
Para celebrar o momento, uma extensa programação vem sendo preparada, com o intuito de festejar as quatro décadas e meia da presença da Igreja no município, enquanto paróquia.
PROGRAMAÇÃO
No dia 13 de abril, sábado, às 09h, terá início o retiro da Renovação Carismática Católica (RCC), na matriz. O pároco local, padre Sebastião Pereira, será o assessor dos trabalhos. Ao meio-dia haverá um almoço comunitário para os participantes no salão paroquial. A programação prossegue pela tarde com diversas atividades de oração e de interação, regada à músicas de louvor.
À noite, às 19h, uma missa será celebrada na matriz, presidida pelo secretário executivo do Regional Sul 2 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), padre Valdecir Badzinski. No decorrer da celebração, haverá distribuição de brindes aos dizimistas.
Será servido um jantar comunitário no salão paroquial, às 20h e, em seguida, às 21h, será apresentado um desfile com os diversos títulos dados a Nossa Senhora.
No Domingo de Ramos, dia 14 de abril, às 08h, o pároco local, padre Sebastião Pereira, celebrará uma missa que, como na noite anterior, contará com distribuição de brindes aos dizimistas.
Às 09h30, a comunidade recebe os participantes do Retiro da RCC. Ao meio-dia, será servido um almoço no salão paroquial e, às 14h, haverá a tradicional procissão dos ramos, com missa em seguida, celebrada pelo bispo da diocese de Guarapuava, Dom Antônio Wagner da Silva, com a participação do pároco de Cândido de Abreu, padre Zdislaw Nabialczyk.
FESTA
No dia 15 de abril, segunda-feira, feriado municipal por ocasião da festa da padroeira, as comemorações começam bem cedo, às 07h, com missa na matriz. A celebração será presidida pelo padre Marcos Antônio Lopes, pároco da paróquia São Judas Tadeu, da vizinha cidade de Grandes Rios. Ao meio-dia, uma nova celebração será realizada na matriz, desta vez, presidida pelo administrador paroquial de Rio Branco do Ivaí, padre Paulo Sérgio Vieira.
Padre Sebastião Pereira, preside outra missa às 15h, e as atividades do dia serão encerradas com uma celebração às 19h, esta rezada pelo padre Adalto José Bona, pároco anterior naquela comunidade e atual pároco da paróquia Divino Espírito Santo, em Pinhão.
HISTÓRIA
A paróquia de Nossa Senhora do Rosário, em Rosário do Ivaí, foi oficialmente fundada em 15 de abril de 1974 e é composta por 19 Comunidades. No entanto, sua história remonta a 1925, em Boa Vista da Santa Cruz. Naquela época o pequeno lugarejo que sequer era considerado um distrito, chamava-se Formiga. As pessoas reuniam-se uma vez por mês para rezarem o terço. A missa, nas raras vezes em que era celebrada nas casas das famílias, era rezada em latim.
A partir de 1948 quem passou a atender a comunidade foi o padre Fenusca, da paróquia de Tibagi, diocese de Ponta Grossa. Passando por Reserva ele viajava a cavalo até Boa Vista para atender os fiéis. Esta peregrinação ocorria uma vez por ano.
Em 1950, foi construída uma pequena igreja fundada pelo morador local chamado José Cardoso Prudente, dedicada à Imaculada Conceição e o lugar passou a chamar-se Boa Vista da Santa Cruz. O nome do lugar se deu porque José havia escolhido o lugar mais alto da comunidade para construir a primeira igreja, com um Cruzeiro em frente.  A primeira missa celebrada pelo padre Fenusca na nova e pequena capela, ainda foi em latim. Querubino Pereira Venâncio, também morador das redondezas, era o capelão, que assistia o padre nas suas visitas e dirigia a oração do terço.
De 1950 a 1964 a comunidade passou a pertencer à paróquia de Cândido de Abreu. Quem atendia à comunidade era o padre Elpídio Hansen, a cada seis meses. Em 1966 vendo que a igreja estava pequena e os fiéis aumentando, a diretoria resolveu construir uma capela maior, mas, mesmo assim, de madeira. A partir de então, devido à posição geográfica, a capela passou a pertencer à paróquia de Grandes Rios, permanecendo assim, até o ano de 1970. Na maior parte deste período, quem atendia esta comunidade era o Padre João Kônig.
PESSOAS QUE FAZEM A HISTÓRIA
Ao longo do tempo, muitas pessoas marcaram a história da Paróquia de Nossa Senhora do Rosário. Uma destas pessoas lembrada até é hoje, é Margarida de Sá Gomes, a Dona Margarida, que ajudava o padre quando este visitava a comunidade. Outra pessoa importantíssima era Mônica Zandonade de Freitas que ainda reside na cidade e de seu marido, Olivino de Freitas, que como farmacêutico, muito contribuiu para o atendimento à população, e juntos faziam um trabalho considerado dos mais bonitos tanto na parte espiritual, como no atendimento à população que à época, precisava de ajuda, devido ao aumento do número de moradores. Além de organizar a igreja para as celebrações e eventos, eles também preparavam as pessoas para receberem os Sacramentos. Outro trabalho importantíssimo desenvolvido na comunidade e que foi ponto marcante para seu crescimento tanto espiritual quanto cultural, foi o empenho no trabalho catequético. As catequistas Ana Alice Bernardes Pinheiro e Neíze Aparecida Spit foram precursoras nesta atividade de forma regular e perseverante fazendo do ato de catequizar um verdadeiro apostolado.
NOVO BISPADO
No ano de 1966 assumiu a recém-criada diocese de Guarapuava, o bispo Dom Frederico Helmel, que passou a atender à paróquia de Rosário do Ivaí. Em 1967 a Companhia Lunardelli loteou toda a região e vendeu terrenos a pequenos proprietários rurais. Neste ínterim, foi escolhido um local considerado bonito para a construção da primeira igreja. Esta, por sua vez, foi inaugurada no dia 08 de outubro de 1968, denominada igreja de Nossa Senhora do Rosário. Quando da inauguração, além de Dom Frederico, representando a diocese, também participaram os padres Anízio Feirobend e Elpídio Hansen. Neste dia, Dom Frederico administrou o sacramento da Crisma. Ele também visitou as localidades de Boa Vista da Santa Cruz, Campineiro do Sul, Vila União, Santa Cruz da Limeira, Rio Branco, Conquista, Sabugueiro e Paranapã que à época, pertenciam a Rosário do Ivaí.
No início da década de 1970, com o aumento da população, a procura por terrenos rurais se intensificou. Regiões recém-loteadas e com boas condições de pagamento (geralmente com prazos que chagavam a dez anos), chamavam a atenção dos agricultores que queriam investir e firmar residência em uma localidade próspera.  Por isso, comprar terras na região de Rosário do Ivaí tornou-se atividade muito atrativa. Com isso, houve a migração em massa para aquele local. Em meio a este turbilhão de acontecimentos, a evangelização e a catequização não podiam ser desconsideradas. Trabalhos intensos nestes sentidos foram realizados.
Em 1973, a Igreja recebeu a visita ilustre de Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes a irmã Dulce. A Partir de sua visita, a Catequese foi organizada e Ana Alice Bernardes Pinheiro ficou como coordenadora deste setor que ainda não era chamado de pastoral como em dias atuais.
Devido à expansão populacional, a comunidade sentia a necessidade da presença permanente de um padre para atender àquela população. Desta forma, também em 1973, foi construída a Casa Paroquial. Nomes como Daniel Lalau, Silvio Fazolo, (falecidos) e Nelson Arantes que ainda reside na cidade, foram de fundamental importância para que a obra se concretizasse, segundo documentos históricos da época. Estes moradores eram tidos como exemplos de pessoas comprometidas com as causas e as necessidades da Igreja. Também de acordo com documentos-ata e relatos de moradores antigos, eles não mediam esforços nas organizações tanto das celebrações dominicais quanto para realizar as festividades paroquiais, eventos vitais para a sustentabilidade da comunidade, segundo reconhecimentos atuais. Vale destacar que, até então, a capela ainda não havia sido elevada à categoria de paróquia.
NOVOS RUMOS
No dia 15 de abril de 1974, por ordem de Dom Frederico, a igreja de Nossa Senhora do Rosário, no município de Rosário do Ivaí, passa, então, à categoria de paróquia. Isto se deu, segundo os documentos existentes, pelo crescimento populacional e também pelo fato de a comunidade possuir uma igreja condizente com as caraterísticas de uma Matriz.
No dia 05 de maio de 1974, o padre polonês Vincenty Wrosz, da Congregação Sociedade do Verbo Divino, tomou posse como vigário da paróquia de Rosário do Ivaí, pelas mãos do padre João Kônig, então vigário de Grandes Rios e que atendia àquela comunidade até o momento.
Um dos primeiros batizados realizados na nova paróquia foi o de Robson Junior de Araújo, filho de Antonio Leon de Araújo e Ana das Graças Araújo. Foram padrinhos: Moacir Pinto de Oliveira e Lourdes Fernandes de Oliveira.
Percebendo a necessidade do povo em se tratando de espaços para orações, o padre Vincenty, já no primeiro semestre de 1975, articulou junto às lideranças comunitárias para que fossem construídas treze capelas nas localidades de: Água da Canoa, Vila Nova, Pinhal Grande, Vargem Grande, Porquinho, Barra da Escrita, Pé de galinha, Canta Galo, Sulforosa, Nivaldo Bueno, Santa Cruz da Limeira, Água do Camargo e Serraria da Limeira. A população municipal, nesta época, chegou então a 26.000 habitantes. Neste mesmo ano foram realizados 612 batizados e 155 casamentos.
Em maio de 1974, as aulas de religião passaram a fazer parte da grade das escolas pertencentes à paróquia de Rosário do Ivaí. Padre Vincenty Wrosz chegou a contribuir com livros de sua autoria que ensinavam sobre a História Sagrada. Durante as celebrações, moradores contam que o sacerdote fazia uso de um toca-fitas para que os participantes das missas aprendessem a cantar as letras das músicas nos tons e ritmos corretos.
DIRETORIA
Os presidentes da nova matriz eram: Daniel Lalau, Sinésio Arent e Silvio Fazolo.
De 07 a 18 de julho de 1975 foi feita a visita pastoral na paróquia. Padre Vincenty acompanhou Dom Frederico Helmel por todas as comunidades do interior do município.
INTEMPÉRIES
No dia 20 de junho de 1977, uma forte ventania danificou as duas paredes laterais da Igreja Matriz. Mesmo nova, a construções precisou ser demolida. Sem espaço apropriado, as celebrações passaram a ser realizadas no barracão de festas.
Mesmo sem igreja, neste mesmo ano foram realizadas na paróquia as Santas Missões com os padres Capuchinhos. O encerramento das Missões foi no dia 07 de dezembro de 1977. Na maioria das capelas e na matriz, os missionários renovaram as diretorias e organizaram as equipes litúrgicas. Em alguns casos, foram criadas as primeiras equipes.
RENOVAÇÃO E RECONSTRUÇÃO
Também no ano de 1977, mais precisamente, no dia 05 de dezembro, por ordem do bispo diocesano, foram consagrados seis ministros extraordinários da comunhão, sendo eles: Domingos Farina (matriz); Jorge dos Santos (Santa Cruz da Limeira); Sebastião Polez (Paranapã); Miguel (Água da Caneleira); Alécio e Alfredo (Vila União). Um ano depois, em 1978, a paróquia já contava com 73 novos ministros trabalhando em diversas comunidades. Neste mesmo ano foram inauguradas mais duas capelas: em Boa Vista da Santa Cruz e Vila União. A nova igreja matriz é erguida com destaque para o esforço mútuo da comunidade. Sua inauguração ocorreu no dia 10 de dezembro de 1978. Na missa de inauguração da nova Matriz, celebrada pelos padres Ricardo Kupper e  Vincenty, quarenta novos ministros da eucaristia receberam envio.          
O primeiro casamento realizado na nova matriz foi do casal João Machado de Lima e Rosilene das Dores Ferreira.
SANTA CASA DE MISERICÓRDIA
No dia 14 de março de 1981, a paróquia de Rosário de Ivaí inaugura a Santa Casa de Misericórdia, uma instituição de fundamental importância para a cidade e a crescente região.
Com estruturas modernas, o hospital administrado e mantido pela Igreja Católica deu verdadeiro fôlego para os moradores que a partir daquele instante, podiam contar com mais um benefício.
A primeira diretoria da nova casa de saúde foi formada, pelo presidente Roberto Venâncio Nogueira; vice-presidente, Jorge dos Santos; tesoureiro, Eugênio Slembarsk e secretário, João Batista da Silva.
Vale destacar, mais uma vez, o esforço e articulação do padre Vincenty, que angariou muitas doações de outras esferas que ultrapassaram os limites do município. Com estes recursos em mãos as obras iniciada anos antes, puderam ser concluídas.
De 09 a 25 de maio de 1981, foi realizada a visita pastoral de Dom Frederico que abençoou as novas estruturas da Santa Casa de Misericórdia Nossa Senhora do Rosário.
Com o novo hospital em funcionamento, Jacir Pereira foi o primeiro médico a atender à população de Rosário do Ivaí e entorno.
Com o status de filantropia, mesmo depois de sua inauguração, a Santa Casa de Misericórdia carecia da ajuda da comunidade. Pedidos de doações e a realização de festas foram responsáveis por manter o hospital em funcionamento até os dias de hoje, apesar dos percalços.
CONGREGAÇÕES
As instituições de caridade são exemplos de doações e de partilha. Em se tratando da Santa Casa de Misericórdia de Rosário do Ivaí, não se pode deixar de evidenciar, de maneira alguma, a grande e valorosa contribuição das irmãs Polonesas da Congregação de São José que permaneceram no município por quatro anos a partir de sua inauguração. As religiosas Ilona e Inviolata trabalharam na área de enfermagem e as irmãs Severina e Arcádia, prestaram serviços na administração e na paróquia. Irmã Arcádia trabalhou na catequese com as crianças e na formação dos catequistas. Para com elas, há uma enorme dívida de gratidão, segundo os moradores da comunidade, pois a partir de seus trabalhos práticos e espirituais, o desenvolvimento humano esteve sempre em ascensão na comunidade.
De 08 de junho a 18 de julho de 1983, foram realizadas as Santas Missões Saletinas. Os resultados foram considerados positivos. Neste ano, foram realizados 148 casamentos e 721 batizados. Ainda em 1983, padre Vincenty foi transferido para Rio da Prata, paróquia Sagrada Família no município de Rio do Campo, Santa Catariana. Quem assumiu as funções na paróquia, no dia 12 de fevereiro de 1984, foi o padre Antonio Rybinski.
Com a renúncia de Dom Frederico, por causa da idade, de acordo com o Direito Canônico, quem assumiu a Diocese foi Dom. Albano Bortoleto Cavallin.
Dentre tantos acontecimentos importantes que marcaram a história da paróquia de Nossa Senhora do Rosário, a visita da imagem padroeira da diocese, Nossa Senhora de Belém, em 1990, foi ponto julgado importantíssimo pela população, pois a partir daquele momento, além da união entre as pessoas da comunidade, um amor maior pelo lugar brotou elevando ainda mais a fé Cristã e o conceito de irmandade entre todos.
Em 1995 Dom Giovanni Zerbini tomou posse como bispo da Diocese de Guarapuava. Atualmente, Dom Giovanni é Bispo Emérito e tem papel importantíssimo na evangelização das paróquias.
No ano 2000, quem assumiu o Bispado da Diocese de Guarapuava, foi Dom Antônio Wagner da Silva, que permanece até hoje.
Como uma grande família, a diocese de Guarapuava tem na paróquia de Rosário do Ivaí um de seus ilustres filhos. E, como todo filho, precisa ser zelado, cuidado com esmero e muito carinho para que cresça na caridade, na alegria e, sobretudo, no intenso amor Divino.

Artigo Reproduzido do site:
Elaborado pelo CDC/Diocese de Guarapuava

9 de agosto de 2018

Celebração em Ação de Graças - 08 anos do Padre Adalto em nossa comunidade


No dia 10 de agosto de 2010 Pe. Adalto José Bona tomava posse da Paróquia Nossa Senhora do Rosário. 
No dia 10 de agosto de 2018 foi realizada uma missa na Igreja Matriz em celebração aos 8 anos de valorosa caminhada do Padre Adalto à frente de nossa Paróquia. Com testemunho emocionante do Padre Adalto e também de alguns paroquianos, esta missa ficou marcada como momento histórico de nossa comunidade, pois além de celebrar 8 anos de uma linda e rica trajetória do pároco, também ficará lembrada como uma despedida, pois nosso querido sacerdote, a convite da Diocese de Guarapuava, estará a partir de agora exercendo sua nobre missão em outra paróquia, deixando assim um sentimento muito especial em nossa comunidade. Logo após a missa, a comunidade presente se reuniu juntamente com Padre Adalto no Salão Paroquial para partilhar um delicioso jantar.
Ficam nossos sinceros agradecimentos à esta pessoa tão querida, por sua obra física e espiritual. Obrigado pela motivação que você representou em nosso meio, por sua amizade e dedicação ao nosso valioso projeto de fé!
Muito obrigado, Padre, por tudo o que fez pela nossa comunidade... E que Deus, na sua infinita bondade, em todos os momentos sempre lhe abençoe.
É difícil sorrir com vontade de chorar…
É difícil dizer adeus com vontade de querer ficar…
Muito Obrigado Padre Adalto!































1 de junho de 2018

CORPUS CHRISTI



CORPUS CHRISTI
Nesta quinta feira dia 31/05/2018  a Paróquia Nossa
Senhora do Rosário celebrou o Corpo de Cristo, tradicional Corpus Christi.

Como todo ano o Santíssimo é exposto nas ruas, passando sobre o tapete que geralmente é de serragem enfeitado pelas capelas e pelas pastorais, neste ano também contou com a ajuda da Escola Municipal, Colégio Estadual e com CMEI que cedeu o espaço para o inicio da celebração. Esse ano o tema abordado foi a paz.



A missa iniciou as 9:00 horas da manhã com a presença do Pároco Adalto José Bona e o Padre Rogério Tanan Diniz, seguiram em procissão com o Santíssimo até a Igreja Matriz onde juntos deram a benção final.


FOTOS: Agente voluntaria da pascon Andreia Cristina.









26 de abril de 2018

10 ANOS DE SACERDÓCIO


10 ANOS DE SACERDÓCIO DO PADRE ADALTO JOSE BONA

Ser Padre é seguir os ensinamentos de Deus através do chamado, é pensar e agir como o próprio Cristo, e é colocar a vontade de Deus sempre em primeiro lugar, é ter compaixão, é de certa forma abrir mão de sua família para ajudar a do próximo e sempre buscar o bem para seu rebanho.

No dia 18 de abril de 2018 a comunidade da Paróquia Nossa Senhora do Rosário preparou uma surpresa para a comemoração dos 10 anos de sacerdócio do Pároco Pe. Adalto José Bona que se deu no dia 19 de abril de 2018.
Pe. Adalto recebeu a primeira homenagem da noite durante a missa com uma belíssima musica escrita pelo paroquiano Mario Gamba, acompanhada por 2 singelos presentes. Após a missa a comemoração continuou no salão paroquial, com a presença dos amigos que conquistou através dos anos dedicados à paróquia e aos paroquianos.
Além de quarta-feira as homenagens não cessaram, no sábado dia 21 de abril de 2018 na missa das 19:00 hr as felicitações continuaram, o pároco recebeu mais uma merecida parabenização que contou com a participação de 10 crianças batizadas pelo o mesmo, entraram uma de cada vez cada uma com uma rosa na mão e com uma foto do dia do seu batizado, acompanhada de uma mensagem escrita pela saudosa Ana Alice Bernardes Pinheiro que antes de falecer já havia começado a preparar e foi terminada por sua filha Simone Bernardes Pinheiro.



Pe. Adalto ficou muito emocionado e agradecido pelo carinho de todos, e o apoio que ele vem recebendo durante esses anos de serviço.

           

Comente com o FACEBOOK